Passando a Limpo

passando+a+limpo+renan

Esta semana o Senado Federal retomou a rotina de votações da chamada pauta prioritária, onde estão relacionados projetos reclamados pela sociedade. Foi aprovada, logo na reabertura dos trabalhos, a eliminação da aposentadoria como pena disciplinar para juízes e promotores condenados por corrupção e outros crimes.

Também nesta semana foi sancionado o Estatuto da Juventude, pelo qual nos empenhamos e priorizamos sua votação. É a primeira legislação, em nível constitucional, a tratar a juventude como política de Estado. O Estatuto proporcionará aos jovens brasileiros acesso aos meios educativos e culturais que tornarão nossa juventude mais ativa na construção de um Brasil desenvolvido.

Além do Estatuto da Juventude, outros projetos da pauta prioritária já passaram pela sanção presidencial. Foi o caso dos novos critérios de distribuição dos recursos do FPE, o projeto que responsabiliza a pessoa jurídica que auferir vantagem com corrupção e o que prevê o atendimento integral pelo SUS às mulheres vítimas de violência sexual.

Igualmente foi sancionado o sistema nacional de prevenção e combate à tortura e o projeto que define organização criminosa. No Brasil, as organizações criminosas não têm tratamento legal adequado, sendo genericamente tratado no delito de formação de quadrilha, de menor complexidade.

Entre os projetos a serem votados pela Câmara estão o que agrava a punição para corrupção e crimes contra a vida – que passaram a ser hediondos -, o “simples” para advogados, Ficha Limpa para servidor público dos três Poderes, o que facilita o exercício da iniciativa popular no processo legislativo e o fim do voto secreto em processos de cassação de mandato de deputados e senadores.

Na mesma condição estão, ainda, o fundo de vítimas de homicídio, a redução de suplentes e a vedação que cônjuges ou parentes possam ser suplente de senador, a destinação dos royalties para educação e saúde e a extensão dos direitos trabalhistas aos empregados domésticos.

Da pauta prioritária resta ainda a Lei do Passe para o transporte escolar, o fim do foro privilegiado, o Plano Nacional de Educação e o financiamento para área de saúde, que recebeu uma proposta de iniciativa popular para o setor.

Os números falam por si. No primeiro semestre, em pouco mais de 15 dias, votamos mais de 40 proposições, todas elas oportunas e adequadas ao País. Devemos persistir na intensidade e na qualidade dos debates, garantindo que o Congresso Nacional jamais se dobrará à inconsequência ou irresponsabilidade fiscal.

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

O inacreditável acontece

Quando ficou evidente que políticos (de todos os partidos...

O eixo do carro de boi

Ainda sobre a eleição. Aconteceu outro fato inusitado que...

O Quinto Mandamento

Insistem em pedir que eu escancare minhas convergências com...

Bastidores da eleição

Continuo em Brasília. Só sexta-feira 21 estarei em Alagoas...

Assine o Boletim Eletrônico

Assinando, você receberá em seu e-mail notícias e artigos atualizados do site.

A página eletrônica do Senador Renan Calheiros é um espaço para divulgar ideias, posicionamentos e opiniões do parlamentar alagoano. O endereço eletrônico www.renancalheiros.com.br é atualizado pela assessoria de imprensa e agrega artigos, discursos, notícias, projetos, além de dados biográficos da carreira política do senador.

Contato

Senador Renan Calheiros
E-mail: [email protected]
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Anexo I Ed. Principal 15º andar
BrasíliaDF - CEP 70.165-920
(61) 3303-2261 / (61) 3303-2263