CASA PRÓPRIA VAI CRIAR RECORDE DE EMPREGOS

O Brasil vive um momento excepcional de sua economia. A consequência imediata é o aumento no número de postos de trabalho. No ano passado – auge da crise mundial -, o País conseguiu criar 1 milhão de novos empregos. Agora em 2010, a expectativa é de dobrarmos o número e chegar a 2 milhões de empregos com carteira assinada em todo o Brasil.

A primeira parcial, de janeiro, é muito estimulante e justifica o otimismo com uma geração recorde de empregos.
No primeiro mês do ano foram criados  181.419 mil novos empregos, o melhor número da história, considerando uma série estatística iniciada pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) em 1992. Nesse ritmo de expansão a taxa de desemprego anual deve cair sensivelmente. Segundo o IBGE, o percentual foi de 8,1% em 2009 e, pelas previsões, não deve superar os 7,4% esse ano.

A indústria tem repetido mensalmente os sinais de que já retomou o caminho do crescimento e o comércio interno, que teve uma expansão de 20%, não sofreu com a crise econômica. O diferencial do Brasil na geração de empregos, entretanto, virá da construção civil, especialmente porque o programa do governo Lula “Minha Casa, Minha Vida” já começa a deslanchar e a ser executado. Em 2009, a construção civil bateu um recorde e criou 2,2 milhões de empregos, 10% a mais que 2008.
O crédito imobiliário vem batendo recordes desde 2009 e os bancos que disponibilizam empréstimos para o sonho da casa própria estão aumentando os recursos para  2010. O brasileiro nunca financiou tantos imóveis como em 2009 e a expectativa do mercado que isso seja apenas o início de um processo consistente para cobrir o elevado déficit habitacional brasileiro, hoje entre 6 e 8 milhões de moradias.
 
O setor vive o melhor momento da história recente. Nem na época do Banco Nacional da Habitação (BNH) tantos imóveis foram vendidos através de empréstimos. Esse boom está obrigando os bancos a buscar alternativas de recursos para sustentar a expansão. Hoje, a maior parte do dinheiro – perto de 70% – vêm da poupança. No ano passado, 302,7 mil unidades foram financiadas com os depósitos da caderneta, em um total de R$ 34 bilhões.
 
 
A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) considera que vários fatores  justificam o desempenho e as boas perspectivas. Em primeiro está a segurança jurídica, que instituiu o mecanismo de alienação fiduciária e facilitou a retomada do imóvel em caso de inadimplência. Em segundo, o aumento dos prazos de financiamento, redução das prestações mensais e a estabilidade da economia. Os juros cairam e o poder aquisitivo da população reduziu a inadimplência.
 
O fator positivo mais recente é o programa “Minha Casa, Minha Vida”. Nesse ambiente favorável, os grandes bancos que atuam no ramo imobiliário mostram disposição de investir pesado e alterar o perfil do crédito bancário interno. A previsão media é de ampliar  de 30% a 40% os empréstimos imobiliários em 2010. No mundo, o financiamento imobiliário responde, em média, por 65% da carteira de crédito do banco. No Brasil são apenas 5%. Percebe-se que 2010, sera um dos melhores anos do País na geração de empregos e na construção da casa própria.

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Senador entrega retroescavadeiras para municípios alagoanos

Tive a alegria de entregar nesta segunda-feira (19), duas...

O inacreditável acontece

Quando ficou evidente que políticos (de todos os partidos...

O eixo do carro de boi

Ainda sobre a eleição. Aconteceu outro fato inusitado que...

O Quinto Mandamento

Insistem em pedir que eu escancare minhas convergências com...

Assine o Boletim Eletrônico

Assinando, você receberá em seu e-mail notícias e artigos atualizados do site.

A página eletrônica do Senador Renan Calheiros é um espaço para divulgar ideias, posicionamentos e opiniões do parlamentar alagoano. O endereço eletrônico www.renancalheiros.com.br é atualizado pela assessoria de imprensa e agrega artigos, discursos, notícias, projetos, além de dados biográficos da carreira política do senador.

Contato

Senador Renan Calheiros
E-mail: [email protected]
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Anexo I Ed. Principal 15º andar
BrasíliaDF - CEP 70.165-920
(61) 3303-2261 / (61) 3303-2263